6 Alternativas naturais para tratar os sintomas da TPM

A TPM, tensão pré-menstrual é extremamente comum entre as mulheres.
Nesta condição, as mulheres passam por dificuldades emocionais, bem como
sofrimento físico. Também conhecida como fase pós –ovulatória , a TPM pode ser
sentida, na maioria dos casos, com uma semana de antecedência da menstruação. 

Durante sua adolescência, dificilmente sofremos com a TPM, e o que poucas sabem
é que com o passar dos anos, e dos ciclos, os sintomas vão aumentando. Embora mulheres muitas mulheres a partir dos 18 anos já sofram com o problema é a partir dos  trinta e quarenta anos, que os sintomas vão ficando mais proeminentes e podem
afetá-la significativamente.
Estrogênio e progesterona
De acordo com estudos, o aumento contínuo e diminuição repentina nos níveis desses
hormônios são a principal causa da TPM.
Outras razões pode ser uma super  produção
de prolactina; baixos níveis da substância química do cérebro chamada
serotonina, deficiência de vitamina B6; deficiência de progesterona  e
produção excessiva de estrogênio. 
Houve, de fato, uma época em que as pessoas
costumavam pensar que a TPM era um problema psicológico. A razão por trás disso
é o fato de que muitas mulheres acabam ficando fora de controle quando estão de
TPM.
No entanto, recentes avanços em estudos e pesquisas, deixam claro que a
TPM é muito mais do que apenas psicológico. É um problema físico e pode estar  realmente relacionada com os hormônios femininos,
que normalmente funcionam em conjunto e são equilibrados, mas são interrompidos
e sofrem alterações durante a fase pós-ovulatória.
Principais sintomas
Os sintomas variam muito de uma mulher para mulher  e sua gravidade aumenta à medida que você se
aproxima a data de sua menstruação. Depois disso, todos os sintomas vão
desaparecer de repente. 
Seios doloridos , inchaço das mamas, ganho de peso, dor
nas costas, retenção de líquido, distensão abdominal, acne, prisão de ventre,
diarreia, fadiga, dores no corpo, coceiras pelo corpo, feridas, náuseas, dor de
cabeça, alterações de humor, depressão, ansiedade, crises de choro, indecisão,
dores articulares, angústia, e cólicas, são alguns dos muitos sintomas da síndrome pré-menstrual ou TPM.
Tratamento
Sim, a TPM pode ser tratada, mas mais uma vez, o tratamento vai depender
do tipo de sintomas que você está sofrendo e o quão graves estes sintomas
realmente são.
Analgésicos, antidepressivos, calmantes e até pílulas anticoncepcionais
de uso contínuo, podem ser prescritas. A consciência é um excelente remédio
para tratar a TPM. Sua família deve estar ciente do problema para que atritos
não acabem agravando esse momento que não é puramente chilique de mulher. O
apoio familiar, pode ajudar a diminuir os sintomas mais complicados como ,
irritabilidade, angústia, mau humor, agressividade e baixa auto estima.
Tratando a TPM de forma natural
Algumas alternativas naturais agem com eficiência no combate a TPM
1.Óleo de prímula
Muito eficaz para aliviar sintomas como dor de
cabeça, dor no corpo, irritação, depressão e dor nas mamas. É também muito
eficaz no controle hormonal pós ovulação, contribui para diminuição de miomas e
é capaz de tratar endometriose.
Se você pretende engravidar, o óleo de
prímula também pode ser de grande ajuda, pois contribui para o aumento de muco
cervical.
Como tomar: Tome 1 g de óleo de onagra por dia durante
60 dias . A partir do 61º dia, diminua a dose para apenas
500 mg por dia durante os 10 dias anteriores a menstruação e
depois volte a tomar 1 g, e assim sucessivamente.
2.Óleo de borragem
Regula
os estrogênios, progesterona e prolactina na fase lútea do ciclo menstrual, e
age como um antidepressivo natural.
Como tomar: 1 cápsula por dia

3.Óleo de gergelim
Alivia
os sintomas da TPM reduzindo a produção de
prostaglandinas, substância que ajuda a aumentar a ansiedade, a sensibilidade à
dor e a irritabilidade, além de ser uma das grandes responsáveis pela retenção
de líquido.
O óleo
de gergelim é bom para mulheres que sofrem com ovários policísticos, pois diminui
os níveis de açúcar no organismo.
Tomar 1
cápsula uma vez ao dia.

4.Folliculinum
Homeopático
que age no controle hormonal, aliviando não só os sintomas da TPM, como
contribuindo para a regularização dos ciclos e desconfortos pós ovulação.
Tomar 5
gotas ou glóbulos 4 vezes ao dia.
Obs: Se
você está tentando engravidar, todos os itens citados acima, só devem ser
utilizados até a ovulação.


(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});


5.Vitamina
B6
Doses
diárias de  50 a 100 mg de vitamina B6 podem reduzir os sintomas da
TPM. Os casos mais graves de TPM podem ser tratados com antidepressivos. Eles
aumentam o nível de serotonina e combatem as alterações de humor. Mas doses
entre 300 mg e 600 mg de vitamina B6 também podem combater as
mesmas manifestações, porém, em episódios menos intensos.
6.Magnésio
Consumir
magnésio diariamente pode ajudar a reduzir a retenção de líquidos, aliviar o
desconforto nas mamas e o inchaço da TPM. Consuma com regularidade alimentos
como verduras e principalmente frutos do mar.
Evitando sintomas de TPM
Você deve tornar-se consciente de seus sintomas e sua
frequência, e escolher o tratamento que mais eficaz para o seu caso
especificamente. A TPM  pode ser diferente
tanto nos  sintomas quanto na intensidade,
cada caso é único e deve ser avaliado isoladamente
Para utilizar de forma segura e eficaz, consulte seu médico sobre o uso das alternativas citadas.




A cópia ou reprodução deste texto só será permitida se os créditos forem mantidos. Nome do autor e link de redirecionamento ao blog de origem, devem ser inseridos no início ou fim do texto copiado.
Plágio é crime !

Relacionados

Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.


*