As 8 fases de uma gravidez- Da fecundação ao nascimento

Existem inúmeros estágios desde a fecundação até o nascimento do bebê.
Saber exatamente quando o óvulo é fertilizado não é possível e por isso, os
médicos estimam uma data aproximada do seu último ciclo menstrual. As semanas são
contadas a partir do primeiro dia de sua última menstruação até 40 semanas
depois. Indo por este cálculo, durante as duas primeiras semanas você ainda não
estava grávida, mesmo porque estava menstruando nesse período, mas calcula-se
com base no ciclo completo. Há oito fases da gravidez no total e o período de tempo para o nascimento de um bebê de 9 meses, pode durar até 37 e 42 semanas.


Fecundação
Este é o primeiro estágio de gravidez. É quando óvulo e espermatozoide
se encontram e se fundem. A penetração do espermatozoide no óvulo pode durar
até 24 horas.


(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

Zigoto
A membrana exterior do ovo é conhecida como zona pelúcida. O esperma tem
que penetrar através desta membrana e entrar no ovo. Uma vez que ele penetra a
membrana com sucesso, ele alcança o núcleo do ovo e o fecunda. Quando a fusão
ocorre, o ovo fecundado é convertido no zigoto. Agora, o zigoto começará a se
deslocar para o útero pela trompa de Falópio. Trata-se, inicialmente, de uma
única célula, mas em seguida, ocorre a divisão.

Mórula
As células vão se dividindo até atingirem 16 células. Com 16 células ela
passa a se chamar Mórula, e é assim que cerca de 4 dias após a fecundação , a
mórula chega ao útero.
Blastocisto
O blastocisto é um estágio inicial do desenvolvimento embrionário,
formado por uma camada de células denominada trofoblasto ou células
trofoblásticas que envolve o botão embrionário.
Implantação
De seis a oito dias após a fertilização, o blastócito está pronto para
que a implantação ocorra. Implantação é o processo de ligação do blastocisto à
parede do útero. Aqui, a produção do hormônio hcg, também começa. As células
chamadas trofoblásticas, começam a liberar o hormônio  HCG ou
gonadotrofina coriônica humana. Este hormônio, por sua vez sinaliza para o
corpo lúteo que a liberação do hormônio feminino progesterona deve continuar. A
Progesterona em seguida, envia os sinais para o útero para manter o implante e
agora, a circulação de sangue entre o blastocisto e o endométrio.
Placenta
Placenta é um órgão em forma de círculo, que é o elo entre a mãe e o
bebê. A placenta é um órgão temporário, constituído de vasos sanguíneos. Ele
facilita a transferência de nutrientes e oxigênio da mãe para o feto e a
transferência de resíduos do feto para a mãe.

Embrião
Divisão de células começa novamente e o blastocisto dá origem ao
embrião. Nesta fase, as células começam a alongar e apresentam uma forma
semelhante à humana. O desenvolvimento de órgãos do bebê também começa. A fase
de embrião continua por algumas semanas, quando então, vários órgãos se desenvolvem. Entre oito e dez
semanas de gravidez, com exceção da medula espinhal e o cérebro, todos os
outros órgãos terão se desenvolvido. Agora, o embrião se denomina  feto .

Feto
É por volta da 8ª semana de gestação que o embrião passa a ser um feto. Entre as semanas 18 e 20, o feto vai começar a fazer conhecida a sua
presença. É nesse período que a maioria das mulheres começa a sentir os
movimentos do bebê. O Cérebro e os pulmões se desenvolvem até o último minuto,
se preparando para a vida fora do útero. Por volta de 37 semanas o bebê se
nascer, já não é mais considerado prematuro, e teoricamente já tem condições de
não precisar de qualquer ajuda para respirar fora do útero. Com aproximadamente
40 semanas o bebê já está pronto para nascer.

Pé no chão e esperança no coração !
Tatiana da Costa 

Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.


*