7 sintomas de fecundação do óvulo

sintomas de fecundação e sintomas de implantação do embrião
Fecundação
Veja como acontece a fecundação. Para que uma gravidez aconteça é preciso que o óvulo seja liberado e fecundado em até 24 horas após sua eclosão. Esse processo é conhecido por fecundação é possível ter alguns sintomas de fecundação nos primeiros dias após a ovulação.
Encontrar o dia da ovulação nos dias atuais não é mais nenhum mistério, temos a nossa disposição testes de ovulação e métodos eficientes para detectar esse período de máxima fertilidade.


(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

No entanto após a ovulação, a mulher que está tentando engravidar é invadida por uma grande ansiedade. Afinal o que acontece lá dentro após a ovulação e fecundação?

Citaremos então os primeiros sintomas de fecundação e os sintomas de implantação do embrião.

Ovulação e Gravidez

O período fértil da mulher varia de acordo seu ciclo. A menstruação acontece em média 14 dias após a ovulação, mas de uma forma geral pode acontecer entre 12 e 16 dias após a liberação do óvulo.
Mulheres com ciclos irregulares tem mais dificuldade encontrar seu período fértil e assim saber o  dia exato da ovulação. Nesses casos cabe o apoio dos testes de ovulação de urina ou saliva que mostram as samambaias que se formam nos cristais da saliva durante esse período.Esses testes de ovulação são uteis especialmente para as mulheres que não  conseguem identificar os sinais físicos de ovulação. Essas mulheres devem ficar mais atentas aos possíveis sintomas de fecundação para suspeitar de uma gravidez.

>>>>>Como mulheres estão conseguindo reverter a INFERTILIDADE através da alimentação

Após sua liberação o óvulo sobrevive de 12 a 24 horas, o que permite a possibilidade de fecundação até no máximo o dia seguinte da liberação do óvulo.
O espermatozoide após lançado na vagina,  demora cerca de 2 horas para alcançar a porção da trompa onde possivelmente encontrará o óvulo. Ele é lançado a mais ou menos 16km por hora dentro do corpo da mulher e progride de 3 a 4mm por minuto. Ao atingir as trompas e encontrar o óvulo, inicia-se a fecundação.
Homens com boa saúde, bons hábitos alimentares, sem vícios e que pratiquem exercícios físicos, produzem espermatozoides mais fortes. Esses super espermatozoides podem viver até 5 dias dentro da trompa da mulher a espera do óvulo para fecundação. Mas são casos mais raros, a média geral de sobrevida do espermatozoide é de até 3 dias.

Quando acontece a Fecundação- Primeiros sintomas de fecundação

Após liberado pelo ovário o óvulo é captado pela trompa onde encontrará o espermatozoide na ampola da trompa para fecundação. A cabeça do espermatozoide que contém enzimas que facilitam sua penetração no óvulo, é onde está localizado o seu núcleo. Apenas o núcleo conseguirá penetrar no óvulo, a cauda do espermatozoide se desprende assim que o núcleo consegue atingir o interior do óvulo.
Mais ou menos entre 18 e 20 horas após a fecundação a divisão celular se inicia.   Setenta e duas  horas depois, o óvulo fecundado já é uma estrutura com 8 células. A divisão celular completa demora em média 4 dias que é justamente o período em que o óvulo atinge a cavidade uterina para iniciar a implantação do embrião no endométrio. Nesse momento podem se iniciar os primeiros sintomas de fecundação do óvulo e os primeiros sintomas de implantação do embrião.

Quando acontece a Implantação do embrião

É mais ou menos no sexto dia após a fecundação que se inicia a implantação do blastócito ou implantação do embrião no útero materno. Esse processo normalmente causa cólicas mais intensas que o normal. Esse pode ser o mais claro dos sintomas de fecundação e dos sintomas de implantação do embrião.

Por volta do décimo dia após a ovulação, algumas mulheres recebem um sinal de que a implantação está ocorrendo, é o chamado sangramento de nidação.  O sangramento de nidação é um dos sintomas de implantação do embrião mais esperados. Um pequeno sangramento de cor caramelo ou semelhante a borra de café, ou ainda sangue ralo e aguado é percebido em 10% das mulheres que engravidam. 

Em média no décimo primeiro dia  após a fecundação, o embrião já está totalmente encoberto pelo endométrio. Quinze dias após a fecundação, já é possível observar  o saco gestacional no útero materno. Nessa fase o “bebê” tem apenas duas semanas de vida, no entanto os médicos consideram um tempo de gestação maior. Isso porque uma gestação é contada por ciclo, e nesse caso a contagem se inicia a partir do primeiro dia de menstruação que é equivalente ao primeiro dia do ciclo menstrual. Sendo assim , a semana que a mulher estava menstruada e a semana em que o corpo se preparava para ovular, também são contabilizadas como semanas de gravidez. O embrião no entanto tem apenas 2 semanas. 

Produção de HCG na gravidez 

A produção real de HCG só começa após a implantação do embrião. Mais ou menos 10 dias após  a fecundação, é possível encontrar valores acima de 5mui/ml no sangue. A partir daí, os níveis de HCG dobram em intervalos entre 48 e 72 horas.

Sintomas de fecundação 

Após a ovulação fique atenta aos seguintes sintomas de fecundação
  1. Cólica mais intensa entre o sexto e sétimo dia após a ovulação – primeiro sintoma de fecundação
  1. Beta HCG quantitativo superior a 5 mui/ml dez dias após a ovulação – os valores elevados do hcg são sintomas de fecundação e sintomas de implantação do embrião
  1. sangramento cor de borra de café, aguado ou cor de caramelo por volta do décimo dia após a ovulação. Apenas 10% das mulheres que engravidam apresentam esse sangramento.
  1. Dor de cabeça persistente
  1. Fadiga
  1. Muito sono
  1. Queda abrupta da temperatura basal por volta do sexto ou sétimo dia após a ovulação.
Entre o sétimo e o nono dia após a fecundação, a temperatura basal sofre uma queda por apenas um dia. No dia seguinte a queda a temperatura volta a subir e se encaixa na temperatura basal pós ovulação. Mas isso não é uma regra. Algumas mulheres experimentam nessa fase um segundo aumento da temperatura basal. é o chamado gráfico trifásico.

Por que acontecem os sintomas de fecundação

Os sintomas de fecundação acontecem devido a implantação do embrião no útero materno e em decorrência do aumento da progesterona. A progesterona tem por principal função nutrir o endométrio e proteger o embrião relaxando o útero e diminuindo as contrações uterinas naturais do período.
A progesterona inibe a contração das fibras musculares uterinas mantendo o embrião em segurança e garantindo o progresso da gravidez. Por isso é importante que você tenha certeza de que não há deficiência de progesterona antes da fecundação acontecer. Fique de olho na fase lútea(dias após a ovulação) e se ela for menor que doze dias converse com seu médico sobre a necessidade de reposição hormonal.
Pé no chão e esperança no coração !
Tatiana da Costa
Licença Creative Commons
O trabalho Blog Mãe à Flor da Pele de Tatiana da Costa foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Brasil.
Com base no trabalho disponível em http://www.maeaflordapele.com.
Podem estar disponíveis autorizações adicionais ao âmbito desta licença em http://www.maeaflordapele.com.
Instagram

Be the first to comment

Deixe uma resposta