Quais os cuidados em cada trimestre de gravidez

Em cada período da gestação ocorrem diversas
mudanças, tanto no corpo quanto no comportamento da futura mamãe. A
ginecologista e obstetra da Maternidade Pro Matre, Maria Elisa Noriler, lista
quais os cuidados que as mamães devem ter em cada trimestre, assim como o que
pode ou não fazer e as respectivas alterações no corpo. Confira:

1 a 3
meses:



Nesta fase é importante os cuidados com a implantação do
óvulo, pois podem ocorrer abortos espontâneos. “Se a paciente apresentar algum
sangramento deve ser bem avaliada, pois o repouso e as medicações específicas
podem contribuir para que a gestação evolua bem”, orienta Maria Elisa. 

É
importante também o uso de ácido fólico, para evitar mal-formações e a
realização das sorologias, para detectar algumas doenças como toxoplasmose,
sífilis e HIV, pois quanto mais precoce a detecção, o tratamento será mais
eficaz e com menor risco de transmissão ao feto .

A partir da descoberta
da gravidez, deve-se evitar a ingestão de álcool e uso de drogas ilícitas e
seguir uma vida normal, pois ainda no primeiro trimestre as alterações no corpo
são sutis. As mais notáveis são o aumento do volume das mamas e o escurecimento
da aréola.
Ela pode realizar atividades física até três vezes por semana, com
duração de 40 minutos até uma hora.


3 a 6 meses:

Neste
período já há algumas mudanças consideráveis no corpo da gestante, como aumento
de peso, mudança no formato do rosto, possível edema facial.

Os cuidados são
para evitar trabalho de parto prematuro e ruptura da membrana amniótica,
mantendo  o repouso quando indicado  pelo obstetra. E com o corpo é preciso
manter uma alimentação saudável, rica em vitaminas, com frutas e legumes e
ingerir bastante água. Se for para praia no final do ano, é importante usar
chapéu, muito bloqueador solar, ficar longe do sol entre às 10 e 16 horas e
estar sempre protegida embaixo do guarda-sol. 

As viagem de avião estão
garantidas até a 32ª semana . A tintura no cabelo também é liberada, dando
preferência aos tonalizantes, luzes ou reflexos. 

6 a 9
meses:


Nesta fase,
algumas mudanças se fazem necessárias. Dirigir carro após 34 semanas ou realizar
viagens longas já não são mais recomendáveis. O cuidado se mantém para evitar o
risco de partos prematuros e exige repouso ao longo do dia. Agora no verão, é
preciso ingerir mais líquidos, de preferência água e evitar ficar muito tempo em
pé para não inchar tanto as pernas e pés.  
Há um aumento do volume de sangue
no corpo, aumento de peso e acentuação de lordose lombar, podendo levar à dores
na coluna. Para as que têm tendências a terem varizes, devem continuar o uso de
 meias elásticas de compressão até o final da gestação.


(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

Sobre a
especialista: 
Dra. Maria Elisa Noriler é
Especialista em Ginecologia e Obstetrícia. É Médica Preceptora de Ginecologia e
responsável pelo setor de Ginecologia Endócrina InfantoPuberal e Climatério do
Hospital Municipal Maternidade Escola de Vila Nova Cachoeirinha desde fevereiro
de 2010 e também médica plantonista de Ginecologia e Obstetrícia do Hospital
Santa Joana e da Maternidade Pró Matre de São Paulo.

Licença Creative Commons
O trabalho Blog Mãe à Flor da Pele de Tatiana da Costa foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Brasil.
Com base no trabalho disponível em http://www.maeaflordapele.com.
Podem estar disponíveis autorizações adicionais ao âmbito desta licença em http://www.maeaflordapele.com.
Instagram

Be the first to comment

Deixe uma resposta