Folículo ovariano | O que é e como se desenvolve

estágios do folículo ovariano
Estágios do folículo ovariano
No sistema reprodutivo feminino, um folículo
ovariano é um saco cheio de líquido que contém um óvulo imaturo ou ovócito. Estes
folículos são encontrados nos ovários.
Durante a ovulação, um óvulo  maduro é liberado
de um folículo. Enquanto vários folículos começam a desenvolver a cada ciclo,
normalmente um só irá liberar um óvulo.

Os folículos que não liberam um óvulo maduro se
desintegram e isso pode acontecer em qualquer fase do desenvolvimento
folicular.
Isso é conhecido como atresia.
Cerca de 99% dos folículos ovarianos se
desintegram, regridem e nunca se tornam maduros o suficiente para liberar um
óvulo.
Após a ovulação, o folículo ovariano que libera um óvulo se transforma em um corpo lúteo.

O que são folículos antrais?

É impossível contar quantos folículos existem
nos ovários, porque eles são muito pequenos para serem visualizados. No entanto,
uma vez que um folículo chega a um certo estágio, pode ser visto através do
ultrassom.
Os folículos antrais – um folículo em uma fase
específica de desenvolvimento folicular, normalmente entre o terceiro e o
quinto dia do ciclo, podem ser contados por meio de ultrassom. Uma contagem de
folículos antrais pode fazer parte do teste de fertilidade e ajudar a observar
a reserva ovariana, ou seja, saber se a mulher tem ainda óvulos para serem
liberados.
O número de folículos antrais pode dar ao seu
médico uma ideia de quantos ovos viáveis ​​ainda existem para serem ovulados.
Esta é uma forma de avaliar as reservas de ovários.
Os folículos antrais produzem níveis mais
altos de um hormônio conhecido como Hormônio Anti-Mülleriano , ou AMH. Este
hormônio circula no seu sangue.
A medição dos níveis de AMH através do exame
de sangue é outra maneira de avaliar a reserva dos ovários.
As mulheres com uma contagem de folículo
antral
muito baixa antes dos 40 anos, podem ser diagnosticadas com insuficiência
ovárica primária, também conhecida como insuficiência ovariana prematura ou
menopausa precoce.
A contagem do folículo antral diminui
naturalmente à medida que a mulher envelhece.
Uma contagem de folículo antral muito elevada
pode indicar síndrome do ovário policístico (SOP).

Os folículos antrais medem entre 2 e 10 mm. Todos os folículos dentro desse tamanho são contados e se o resultado for igual ou menor que 8 folículos antrais, indica uma baixa reserva ovariana. Não indica menopausa iminente, mas a reserva ovariana já não é satisfatória.


(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

Qual o papel que os folículos desempenham no
ciclo menstrual?

Seu ciclo menstrual é dividido em duas partes
primárias, a fase folicular e a fase lútea.
Durante a fase folicular, os folículos são
recrutados e começam um processo que acabará no desenvolvimento de folículos
que resultará na ovulação.
Enquanto vários folículos começam nesta
corrida, apenas um (ou dois) atingirá a maturidade total e liberará um ovócito
ou óvulo, é o chamado folículo dominante.
Quando se faz uso de indutor de ovulação por
exemplo, vários folículos podem atingir o estágio ovulatório.
Os próprios folículos são responsáveis ​​por:
  • Nutrir e proteger o óvulo (ovócito), à medida
    que passa vão crescendo
  • Liberando hormônios reprodutivos essenciais,
    incluindo estradiol e inibina B, que sinalizam a glândula pituitária e
    hipotálamo para aumentar ou diminuir a liberação GnRH, FSH e LH
  • Transformando-se no corpo lúteo após a
    ovulação, que libera hormônios progesterona e estrogênio

As etapas do desenvolvimento do folículo
ovariano

Você pode pensar que o desenvolvimento do
folículo ovariano começa e termina durante a fase folicular do ciclo menstrual.
Mas não é assim que acontece.
O ciclo de vida folicular completo começa
antes que uma menina nasça, quando os ovários são desenvolvidos pela primeira
vez. Neste momento, os ovários contêm apenas folículos primordiais. A mulher
nasce com todos os óvulos que liberará no decorrer de sua vida fértil. Esse
estoque não é renovável. O estoque de folículos ovarianos vai se esgotando ao
longo da vida e mais ou menos aos 50 anos a mulher já terá desenvolvido todos
os folículos e liberado todos os óvulos com os quais nasceu.
Os folículos podem permanecer neste estado
“adormecido” por até 50 anos antes de “acordar” e passar
pelos estágios de desenvolvimento.  
Isso leva de seis meses a um ano para que
folículo primordial chegue  a um folículo
maduro preparado para a ovulação. Então não, o processo de ovulação não tem
início a cada novo ciclo. O processo de ovulação é finalizado a cada novo
ciclo, no entanto sua preparação tem início bem antes.
Em cada fase do desenvolvimento folicular,
muitos dos folículos param o desenvolvimento e morrem. Nem todo folículo
primordial passará por cada estágio.
Menos de 1 por cento consegue liberar um óvulo
maduro.  A cada ciclo menstrual cerca de
1000 óvulos imaturos são perdidos

Os estágios do desenvolvimento folicular são:

Folículo primordial (nesse estágio todos os
folículos estão dentro dos ovários de uma menina recém-nascida)
Folículos primários (o recrutamento de alguns
folículos primordiais no estágio do folículo primário ocorre todos os dias,
começando na puberdade e continuando até a menopausa)
Folículos secundários (que envolvem a adição
de células que iniciarão a produção hormonal)
Os folículos terciários, também conhecidos
como folículos antrais (que são folículos que contêm uma cavidade cheia de
líquido conhecida como antro, os folículos nesta fase são visíveis através de
ultrassom transvaginal e podem ajudar o médico a saber se a reserva ovariana é
satisfatória)
Folículo de Graaf ou folículo dominante (um
folículo suficientemente grande para ovular, apenas um ou dois folículos
terciários em cada ciclo amadurecerão para a ovulação)
Corpo Lúteo (não tecnicamente mais um
folículo. O corpo lúteo se desenvolve a partir do folículo aberto que liberou o
óvulo. Se torna um corpo amarelo com características específicas. Sua função é
enviar progesterona para nutrir o endométrio e consequentemente o embrião implantado.
Corpo Albicante: Assim como o corpo lúteo não é tecnicamente um folículo ovariano mas é parte do processo. O corpo albicante ou corpus albicans é a cicatriz que permanece após a regressão do corpo lúteo.

Que tamanho deve ter o folículo ovariano?

A forma de monitorar o tamanho dos folículos
ovarianos
é através do ultrassom.
Durante esses ultrassons, o número de
folículos em desenvolvimento será contado. Eles também serão medidos.
Os folículos ovarianos são medidos em milímetros (mm).
No caso de coito programado por exemplo, em
que o médico aplica uma injeção de Gonadotrofina coriônica para eclodir os
óvulos, o médico monitora o crescimento folicular através de ultrassons
seriados. Quando o folículo ovariano atinge cerca de 18mm a injeção de
gonadotrofina é aplicada.
Um folículo maduro que está prestes a ovular
em um ciclo natural, mede entre 18 mm e 25 mm.
Quando é realizado tratamento com indutor de
ovulação, esses folículos podem chegar a medir 31 mm em média.

Quantos folículos consigo produzir em um ciclo
com Clomid?

Na grande maioria dos casos, mesmo com o uso
do indutor de ovulação, um ou dois folículos dominantes se desenvolvem.
Com dois folículos dominantes existe a chance
de engravidar de gêmeos.
(Ou, você pode não conceber, ou você pode
conceber um bebê. A ovulação não garante a gravidez).

Quantos folículos são normais para um ciclo com
Gonadotrofinas?

Como com Clomid, idealmente, você só quer que
um ou dois folículos cresçam até a maturidade.
Os medicamentos para fertilidade injetável
(gonadotrofinas) apresentam maior risco de gravidez múltipla. É possível
desenvolver três, quatro ou até mais folículos maduros.
Se você receber quatro ou mais folículos, seu
médico pode cancelar seu ciclo de tratamento. Isso pode significar cancelar um
coito programado por exemplo, adiando a relação sexual.
Uma gravidez de três ou quatro bebês para
algumas mulheres é ainda mais arriscado, sobretudo com idade avançada.

Quantos folículos devo ter para um ciclo de
FIV?

Durante o tratamento de FIV (Fertilização in Vitro),
o médico estimula um número maior de folículos. Algo entre 8 e 15 folículos é
considerado uma boa quantidade.
No caso de FIV os óvulos são aspirados por
meio de agulha guiada por ultrassom para que a fertilização (encontro entre
óvulo e espermatozoide) acontece no laboratório.
Nem folículo ovariano contém necessariamente um
óvulo de qualidade. Então não se surpreenda se o número de óvulos viáveis for
menor do que o número de folículos de tamanho saudável que lhe foi dito.
Pé no chão e esperança no coração !
Tatiana da Costa 
Fontes:
27.2 Anatomia e Fisiologia do Sistema
Reprodutivo Feminino . OpenStax College. Rice University.Erickson, G, Glob.
Libr. mulheres do med ,. (ISSN: 1756-2228) 2008; DOI 10.3843 / GLOWM.10289. Follicle
Growth and Development .

Hunter, RHF Physiology of the Graafian
Follicle and Ovulation . Cambridge University Press; 1 edição (9 de junho de
2003). ISBN-10: 0521781981.

Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.


*