Sangramento Vaginal | Escapes no ciclo menstrual

sangramento vaginal
O tratamento para hemorragia vaginal depende da causa
Muitas mulheres apresentam sangramento vaginal anormal ou escapes entre os ciclos menstruais em algum momento em suas vidas.

 

A hemorragia vaginal é considerada anormal se acontecer:

 

  • Fora da data em que deveria menstruar.
  • Quando seu fluxo menstrual é mais leve ou mais pesado do que o de costume.
  • Em um momento da vida quando não se espera, como antes dos 9 anos, quando estiver grávida ou após a menopausa.
  • Causas de sangramento vaginal anormal

 

O sangramento vaginal anormal tem muitas causas possíveis. Por si só, não indica necessariamente uma condição grave.

Sangramento vaginal durante a gravidez

Como o sangramento vaginal pode significar um problema com a gravidez. Manter um sangramento mínimo pode ser normal, mas qualquer sangramento durante a gravidez precisa ser avaliado pelo seu médico.
O sangramento vaginal intenso ou sangramento que ocorre antes de 12 semanas de gravidez  pode significar um problema grave, incluindo uma gravidez ectópica ou aborto espontâneo.
O sangramento vaginal leve ou sangramento vaginal intenso que ocorre após 12 semanas também pode significar um problema grave, como  placenta prévia.

Sangramento vaginal leve

A ovulação pode causar leve sangramento vaginal.
Outra causa comum para sangramento vaginal leve é a chamada nidação, implantação do embrião que ocorre mais ou menos 10 dias após a ovulação.
A síndrome dos ovários policísticos (SOP) é um desequilíbrio hormonal que interfere com a ovulação normal e pode causar hemorragia anormal. Nesses casos o  sangramento vaginal é pode ser semelhante a borra de café. O chamado sangramento borra de café

Sagramento vaginal anormal com uso de anticoncepcional

Medicamentos, como pílulas anticoncepcionais, às vezes causam hemorragia vaginal anormal. Você pode ter escapes, pequenos sangramentos entre um ciclo e outro, principalmente nos primeiros meses de uso do anticoncepcional. Outra razão para os escapes com o uso de anticoncepcional é tomar a pílula em horários diferentes.
Um dispositivo intrauterino (DIU) pode aumentar suas chances de sangramento vaginal intenso.
Infecção dos órgãos pélvicos (da vagina, colo do útero, útero, trompas de Falópio, ovários) podem causar hemorragia vaginal, especialmente após a relação sexual. As infecções de transmissão sexual (DSTs) são frequentemente a causa de infecções.
A doença inflamatória pélvica (DIP) causa inflamação ou infecção do útero, trompas de falópio ou ovários, o que pode causar hemorragia anormal.

Hemorragia vaginal pode indicar problemas sérios

Outras causas menos comuns de sangramento vaginal anormal que podem ser mais graves incluem:
Abuso sexual.
Um objeto na vagina.
Miomas uterinos, que são uma causa comum para hemorragia vaginal.
Problemas estruturais, como o prolapso uretral ou pólipos.
Câncer do colo do útero, útero, ovário ou vagina.
Estresse emocional extremo e exercícios excessivos. Mas exercícios excessivos normalmente podem provocar com mais frequência ausência de menstruação (amenorreia).
Outras doenças, como hipertireoidismo ou diabetes podem ser a causa para sangramento vaginal anormal.

Sangramento vaginal intenso no pós-parto

Sangramento intenso durante as primeiras semanas após o parto ou após um aborto podem ocorrer porque o útero se contraiu ao seu tamanho normal ou poque o tecido fetal ainda permanece no útero.

Sangramento vaginal anormal e menopausa

Se você tem mais de 40 anos e sofre com sangramento vaginal anormal, isso pode ser um indicativo de menopausa.

Tratamento para sangramento vaginal anormal

O tratamento para hemorragia vaginal depende da causa do problema. Em alguns casos o sangramento é normal e funcional, quando esse for o caso nenhum tratamento é aplicado.
Em casos de miomas, pólipos, espessamento endometrial exagerado e etc. O médico deverá avaliar o quadro para indicar o melhor tratamento.
Pé no chão e esperança no coração!
Tatiana da Costa
fonte: webmd

Licença Creative Commons
O trabalho Blog Mãe à Flor da Pele de Tatiana da Costa foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Brasil.
Com base no trabalho disponível em http://www.maeaflordapele.com.
Podem estar disponíveis autorizações adicionais ao âmbito desta licença em http://www.maeaflordapele.com.
Instagram

Be the first to comment

Deixe uma resposta