Estrogênio alto | Como baixar naturalmente o estrogênio

O estrogênio que é um hormônio feminino, tem função importante no ciclo menstrual. Encarregado de espessar o endométrio e amadurecer o óvulo é vital para a ovulação e gravidez. No entanto o excesso de estrogênio é uma condição que pode trazer diversos problemas a saúde feminina. Denominado predominância estrogênica, o excesso de estrogênio pode atrapalhar inclusive a implantação do embrião caso existam tentativas de gravidez. Estrogênio alto pode ser uma causa de infertilidade.

Efeitos do excesso de estrogênio em mulheres

Antes de falarmos sobre  efeitos  vamos nos aprofundar na predominância estrogênica. A predominância estrogênica não está apenas relacionada aos altos índices de estrogênio. Uma pessoa pode ter o estrogênio regular mas ainda assim sofrer de predominância estrogênica. Isso por que essa condição tem muito haver também com os baixos níveis de progesterona. Quando a progesterona não é liberada de forma regular e adequada, a mulher pode sofrer com os sintomas do estrogênio alto mesmo com níveis regulares do mesmo.

sintomas do  estrogênio alto

  • Ganho de peso
  • Menstruação irregular
  • Fadiga
  • envelhecimento acelerado
  • Retenção de líquidos e inchaço
  • Acúmulo de gordura no abdômen, quadris e coxas
  • Ansiedade, depressão e mau humor
  • Sensibilidade constante nos seios
  • Câncer de mama e útero
  • Predisposição a alergias e problemas de pele
  • Baixa libido
  • Mamas fibrocísticas e miomas uterinos
  • Endometriose
  • Os níveis elevados de cobre e zinco
  • Baixos níveis de magnésio
  • Cólicas menstruais severas
  • Metabolismo lento e resistência à insulina
  • Freqüentes dores de cabeça e crises de enxaqueca
  • Incapacidade de se concentrar, pensar claramente ou memorizar detalhes
  • Disfunção da glândula tireoide
  • Queda de cabelo repentina e inexplicável
  • Pressão alta
  • Aumento da frequência e volume de coágulos sanguíneos
  • Diminuição ou perda da fertilidade
  • Escapes
  • Distúrbios do sono e insônia
  • Pés frios e mãos úmidas
  • Aumento da susceptibilidade a doenças auto-imunes
  • A osteoporose devido à perda de massa óssea e de alto risco de fraturas
  • Ovários policísticos
  • Secura vaginal e dor durante a relação sexual
  • Ressecamento dos olhos e pele
  • Irritabilidade
  • Suores noturnos e flashs de frio
  • Aumento do risco de abortos espontâneos
  • Menopausa tardia
  • A displasia cervical
  • Aumento do risco de derrames e doenças cardiovasculares devido ao aumento da coagulação do sangue interna

 

A predominância estrogênica pode ter diversos efeitos não só na fertilidade da mulher como em sua saúde como um todo.
Importante dizer embora o estrogênio alto possa trazer sérios problemas a fertilidade é uma condição facilmente tratável e de fácil reversão do quadro.

O que causa o excesso de estrogênio

Muitos podem ser os fatores. O primeiro deles trata-se de um desequilíbrio do próprio organismo. Xenoestrogenos encontrados em objetos de plástico, isopores, aditivos alimentares e cosméticos são alguns dos maiores fatores que levam a níveis de estrogênio anormais no corpo. Além destes, os hábitos alimentares pouco saudáveis ​​e um estilo de vida estressante também podem  jogar no alto os níveis de estrogênio.
As garrafas de água de plástico por exemplo contém uma substância chamada bisfenol que pode contribuir negativamente para saúde e também para os níveis de estrogênio.
Dr Lair Ribeiro afirma que passar um  dia consumindo água mineral em garrafas de plástico equivale a ingerir 5 pílulas anticoncepcionais de uma só vez. Uma vez que essas são a base de estrogênio sintético.
Dê preferência a garrafas de vidro.
Não armazene alimentos em potes plásticos
Evite excesso de cosméticos
Experimente a técnica no poo para lavar os cabelos

Como baixar naturalmente os níveis de estrogênio

  1. Beba muita água
  2. Coma alimentos orgânicos
  3. Ingira mais fibras
  4. Coma aveia
  5. Chia
  6. Gergelim
  7. Alimentos ricos em enxofre como cebola, alho, gemas e frutas cítricas
  8. Alimentos como Brócolis, couve-flor, cogumelos, couve-de-Bruxelas
  9. Chá verde
  10. Vitaminas do complexo B
  11. Desintoxique o fígado
  12. Faça compressa morna no fígado toda noite.

 

O fígado é um órgão importantíssimo para a diminuição dos altos níveis de estrogênio. O fígado é capaz de transformar o estrogênio inicialmente em uma forma mais branda. Esse estrogênio se converte para uma forma líquida que será excretada pela urina e fezes.
Quando em alta o estrogênio impede a progesterona de cumprir seu papel. Sendo assim as chances de gravidez diminuem e isso pode ser uma causa de infertilidade.

Be the first to comment

Deixe uma resposta