Carboidrato e Fertilidade | Engravidar naturalmente

Muito se fala do low carb e das dietas de zero carboidrato. Principalmente as mulheres que sofrem com SOP ou apresentam resistência a insulina tem se beneficiado de dietas com pouco ou nenhum carboidrato. No entanto o carboidrato e  fertilidade pode render ainda mais debates e discussões do que se imagina.  A verdade é que o carboidrato errado é o vilão da história. Consumir o carboidrato certo, em quantidade adequada e nos horários corretos, pode fazer toda a diferença quando a questão é o carboidrato e  fertilidade.

  • Comer muitos  carboidratos errados (bolachas, biscoitos, macarrão branco, arroz branco, alimentos processados, etc.) pode comprometer o trabalho dos ovários e promover o aumento de peso.
  • Já os carboidratos certos, os carboidratos complexos, podem melhorar sua fertilidade e sua saúde.

Se você tiver ciclos irregulares ou ausentes, problemas de sono, estresse e / ou fadiga adrenal, considere examinar sua ingestão de carboidratos. Ingerir mais dos carboidratos certos é a chave para mais fertilidade.. Aqui está o porquê…

Se alimentar de carboidratos complexos, juntamente com proteínas, gorduras e fibras, permite uma liberação prolongada e lenta de insulina. Isso ajudará a manter os níveis de energia, apoiar o metabolismo saudável, bem como a produção adequada e a liberação (e eliminação do excesso) de todos os hormônios.

A doutora naturopática Lara Bridden diz: “Os amidos [de carboidratos complexos ] dão suporte ao seu sistema hormonal.  Isso inclui hormônios da tireoide, adrenais e femininas. Sem amido adequado, seu hipotálamo pensará que está morrendo de fome e pode cessar com seus ciclos menstruais – reduzindo assim seu estrogênio e progesterona”.

Os carboidratos não inflamatórios, gorduras e proteínas ajudam a regular o eixo hipotálamo-hipófise-adrenal (HPA). O eixo HPA direciona a comunicação entre o sistema nervoso central e o sistema endócrino. O equilíbrio hormonal, o gerenciamento saudável do estresse e a função do sistema imunológico, para não mencionar a regulação do açúcar no sangue e o sono adequado, dependem da função saudável do eixo HPA.

Como o carboidratos, gorduras e proteínas dão suporte ao  eixo HPA – Carboidrato e  Fertilidade

Os carboidratos oferecem ao corpo:

  • Amido que aumenta o GABA, o neurotransmissor que retarda a atividade nervosa para acalmar o corpo (ansiedade, tensão, estresse)
  • glicose que é necessária para muitas funções corporais saudáveis
  • fibra para auxiliar na desintoxicação e eliminação adequada
  • nutrientes importantes, vitaminas e minerais
  • energia

As boas gorduras permitem que o corpo:

  • produza hormônios para promover ciclos saudáveis.
  • sinta-se cheio / saciado.
  • se beneficiem dos ácidos graxos essenciais que eles contêm.
  • absorva adequadamente as vitaminas solúveis em gordura, como vitaminas A, E e D, carotenoides e o ALA nutriente que vem de alguns ácidos graxos.

Proteína ajuda o corpo:

  • manter níveis saudáveis ​​de glicose no sangue, o que é importante para o equilíbrio hormonal, evitando a resistência à insulina e sustentando um peso saudável.
  • produzir novas células e construir tecido muscular.
  • otimizar a função imune saudável, oferecendo várias enzimas, hormônios e anticorpos.

Quanto comer – Carboidrato e  Fertilidade

O Instituto de Medicina (OIM) estabeleceu alguns critérios:

  •  130 gramas de carboidratos por dia para mulheres adultas .
  •  46 gramas de proteína por dia para as mulheres (saltando para 71 gramas diariamente para mulheres grávidas e lactantes).
  • gorduras saudáveis, que devem representar 20 a 35% do consumo diário de calorias de uma mulher (inclusive na gravidez).

As Exceções – Carboidrato e  Fertilidade

Algumas mulheres devem limitar a ingestão de carboidratos a 40% ou menos por dia. Eles são:

  • mulheres com eixo HPA hiper-ativo * – você pode limitar os carboidratos sem efeitos adversos sobre o equilíbrio hormonal.
  • mulheres com SOP e resistente a insulina – você deve limitar os carboidratos e concentrar-se em comer apenas os listados como baixo índice glicêmico até que os níveis de insulina voltem ao normal.
  • mulheres com problemas digestivos relacionados ao glúten – você deve limitar os carboidratos até o sistema digestivo, o “intestino”, ser curado.

A pesquisa mostra que consumir refeições que contêm muita proteína e  carboidratos simples,  processados, glicose concentrada ou açúcar e / ou grãos brancos, e trigo promovem a inflamação e os desequilíbrios no açúcar no sangue. Ao comer refeições com proporções desiguais de proteína em carboidratos, você está enchendo seu corpo com alimentos que contribuem para níveis elevados de insulina e desequilíbrio hormonal geral.

Bridden sugere que todas as mulheres “cortem açúcar refinado, glicose concentrada, farinha branca, embutidos, enlatados e grãos de glúten como trigo – causam inflamação”.

Ter um eixo HPA hiper-ativo significa essencialmente que o sistema nervoso está trabalho excessivamente. Os problemas de saúde associados a isso são: fadiga adrenal , depressão, diabetes, síndrome metabólica e hipertireoidismo.

Carboidrato e  fertilidade

Fontes saudáveis ​​de carboidratos são aquelas que são frescas, orgânicas e inteiras porque são ricas em fibras e com baixo teor de açúcar. Fontes alimentares inteiras de carboidratos saudáveis ​​são …

Frutas – Mirtilos, framboesas, damascos, maçãs,  laranjas, peras, abacate, melão, melancia, ameixas e ameixas … apenas para citar alguns.

Legumes – Brócolis, couve-flor, feijão verde, ervilhas, cenouras, aipo, couves de Bruxelas, verdes amargos, repolho, nabos, couves, acelgas, abobrinhas, pimentões, alho-poró, cebola, alho, pepino, alfaces, nabos, batata doce (batata branca inglesa não) inhame, abóbora , alcachofras etc…

Alimentos ricos em fibras – Verdura de folhas escuras, brócolis e couve-flor, grãos inteiros (ver abaixo), alga marinha, feijão preto,  grão-de-bico, lentilhas, etc…

Grãos inteiros – Cevada e quinoa, pão germinado, aveia, macarrão de arroz, arroz integral, amaranto e arroz selvagem.

Nozes e Sementes – castanha de caju, pistache, amêndoas, sementes de abóbora e girassol.

Se você está regrando sua alimentação para apoiar naturalmente sua saúde fértil está caminhando bem. Talvez leve algum tempo para observar atentamente o que você come todos os dias. Uma Consultoria de Fertilidade Natural também pode fornecer informações adequadas sobre alimentos (mais as melhores terapias naturais, ervas e suplementos). Assim como trazer orientações para suas necessidades únicas de fertilidade. Os carboidratos saudáveis ​​são uma importante fonte de nutrientes. São também  uma parte importante da dieta de fertilidade . Não deixe de consumir os carboidratos certos.

Licença Creative Commons
O trabalho Blog Mãe à Flor da Pele de Tatiana da Costa foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Brasil.
Com base no trabalho disponível em http://www.maeaflordapele.com.
Podem estar disponíveis autorizações adicionais ao âmbito desta licença em http://www.maeaflordapele.com.
Instagram

Be the first to comment

Deixe uma resposta