Bebês se mexem na barriga por uma razão incrível

Acredito que assim como eu, a maioria das pessoas imaginam que os bebês se mexem no útero materno por puro instinto ou impulso. Essa afirmação não deixa de ser verdadeira, no entanto a resposta vai além. Os cientistas afirmam que os bebês se mexem na barriga para desenvolver os ossos e fortalecer as articulações.

Porque os bebês se mexem na barriga?

Na verdade é uma necessidade evolutiva. Os bebês precisam se mexer no útero para que orientem suas células. Essa orientação vai principalmente para  o desenvolvimento dos ossos e fortalecimento adequado das articulações.

Essa descoberta pode ser um grande avanço nas pequisas para os tratamentos de doenças nas articulações.

O Estudo aponta o mecanismo que faz com o que o desenvolvimento do esqueleto seja correto. Mostra ainda a importância dos movimentos embrionários. Movimentos esses vitais e necessários para as articulações e para a formação de um esqueleto flexível e forte ao mesmo tempo.

Os bebês se mexem no útero para fortalecer suas articulações

Estudo divulgado na revista Development, diz que os bebês precisam se movimentar no útero para evitar que seus ossos sejam frágeis. Precisam se movimentar também para que não desenvolvam articulações anormais.
A movimentação intrauterina do bebê estimula as interações moleculares fundamentais para que os tecidos recebam estímulo adequado.

Esses movimentos sinalizam e direcionam as células embrionárias. Essas células então se dirigirem para os locais corretos do corpo do bebê. Assim formam ossos e cartilagens nos locais exatos.
Enquanto os ossos precisam de um material mais resistente para sustentar o corpo, as articulações precisam de cartilagem lisa e lubrificada. Para assim  se manterem flexíveis e maleáveis, permitindo  os movimentos do corpo.

A importância dos movimentos do bebê na barriga da mãe – Porque os bebês se mexem na barriga

A Professora Paula Murphy, que co-liderou a pesquisa agora publicada (março de 2018), faz uma afirmação reveladora. Segundo as novas evidências apontam que se não houver movimentação do bebê, pode ocorrer confusão nas informações celulares. Essa confusão pode ocasionar crescimento de cartilagem onde deveria ser osso e vice-versa.

Quando os movimentos do embrião são reduzidos, o bebê pode apresentar ossos frágeis ou articulações anormais.

Isso não quer dizer que porque seu bebê mexe pouco na barriga, ele certamente terá problemas com seus ossos e cartilagens. Essa regra vale para bebês que praticamente não se movimentam.

Possível tratamento para degeneração articular

Os estudos apontam com precisam as células que mostram a construção dos ossos, no entanto a formação da cartilagem ainda tem alguns mistérios a serem desvendados.
O tratamento hoje conhecido para a degeneração articular é realizar a substituição da articulação afetada. O procedimento no entanto não aponta uma solução permanente e é realizado através de uma cirurgia extremamente invasiva.
Com essas novas descobertas, os cientistas acreditam estarem mais próximos de encontrar caminhos de regenerar a cartilagem das células e descobrir tratamentos mais efetivos para as lesões e doenças nas articulações.

Leia também: Corioamnionite | inflamação no útero na gravidez 

Leia também: Anestesia Epidural | Seus benefícios e riscos

Leia também: Dor de cabeça na gravidez  | Que remédios posso tomar 

 

 

Deixe uma resposta