Aborto recorrente | 5 passos para impedir o problema

Os tratamentos naturais são uma ótima opção para ajudar preparar o seu corpo para gravidez. É também bastante útil para diminuir as chances de aborto espontâneo e aborto recorrente. Claro que não existem garantias, mas essas atitudes e medidas ajudarão a nutrir e dar o suporte que o corpo precisa para manter uma gravidez saudável até o fim.

Preparar seu corpo antecipadamente para uma gravidez é a melhor forma de diminuir as chances de aborto recorrente e aborto espontâneo. Os passos sugeridos a seguir devem ser aplicados por pelo menos 3 meses antes de você engravidar. A prevenção ainda é a melhor forma de tratamento.

1. Prepare-se para a engravidar

O primeiro passo é livrar o corpo de impurezas e toxinas que venham prejudicar sua futura gravidez. A limpeza da fertilidade ajuda a limpar e apoiar o fígado na limpeza do corpo, livrando o organismo das toxinas antigas e do excesso de hormônios. Ao mesmo tempo em que incentiva o útero a se livrar do sangue parado e velho, aumentando a circulação e o tônus ​​uterino.

Leia também: Como Engravidar | Fertilidade Natural

2. Dieta da Fertilidade

O próximo passo é alimentar e nutrir o seu corpo para que ele seja um ambiente saudável para o desenvolvimento do bebê. Ingerir os carboidratos e as proteínas certas pode aumentar em até 76% suas chances de engravidar.
Parece uma percentagem grande demais no entanto o que voce come tem impacto direto sobre:

  1. Qualidade e saúde dos óvulos.
  2. seu equilíbrio hormonal.
  3. formação saudável da placenta.
  4. diminui as chances de um aborto espontâneo.
  5. armazenamento dos nutrientes corretos para o bebê.
  6. suporte para os órgão reprodutores.

É importante frisar que é necessário aplicar essas mudanças pelo menos 90 dias antes de uma nova tentativa de gestação. Os óvulos que estão sendo liberados hoje, começaram a ser trabalhados  90 dias antes no organismo feminino.

3. Massagem da Fertilidade para evitar aborto recorrente e aborto espontâneo

Outra dica importante para promover uma concepção saudável é aumentar a circulação do sangue para o útero. Atualmente as mulheres se encontram em estados de estresse constante. Além disso a maioria é sedentária ou trabalham de forma que fiquem sentadas durante muitas horas. A perna esquerda e o útero compartilham a mesma artéria, portanto é importante manter pelo menos as pernas descruzadas. Manter as pernas cruzadas pode diminuir o fluxo de sangue para o útero.

Os altos níveis de estresse deixam o corpo em alerta constante. O corpo fica preparado para lutar ou correr constantemente e isso além de aumentar hormônios prejudiciais ao ciclo, também diminui a circulação para o útero.

Existem duas opções de massagem quando se trata de apoiar a circulação reprodutiva. Você pode encontrar um massagista especializado em massagem abdominal (ou melhor ainda, um massoterapeuta de fertilidade), ou aplicar a massagem da fertilidade em casa.

Através da aplicação da massagem da Fertilidade você aumentará a circulação de sangue para o útero. O sangue oxigenado para os ovários e útero melhorará as condições férteis do seu corpo. Você será capaz de aumentar a circulação sanguínea para o útero, reduzir e eliminar aderências, sangue estagnado (se você tem endometriose, SOP, escapes e sagramento escuro e cólicas fortes durante a menstruação). Além disso é possível manter as trompas limpas e com bom funcionamento. Dessa forma podemos evitar problemas como gravidez tubária por exemplo.

4. Construa um corpo saudável

Um dos principais passos fundamentais para aumentar suas chances de ter uma gravidez saudável é tomar algumas vitaminas básicas, minerais e gorduras boas. Existem vitaminas e minerais específicos que são necessários para um sistema reprodutivo saudável, equilíbrio hormonal e ovulação.

Construir um corpo saudável requer discplina. Certifique-se de ingerir as vitaminas corretas. Vitamina B6, vitamina b12, ômegas, vitamina D, vitamina C, vitamina E, Iodo e Magnésio e zinco.

As vitaminas b6, b12 e b9 (ácido fólico) por exemplo são importantes para evitar que a homocisteína se altere e seja motivo de infertilidade.

Leia Também: Como engravidar com baixa contagem de espermatozoides

Os ácidos graxos essenciais também são extremamente importantes para a prevenção de abortos. As gorduras do bem, especificamente ômega-3, são responsáveis ​​por regular a resposta inflamatória, melhorar a integridade celular e manter o equilíbrio hormonal. Fatores  esses, essenciais para ajudar o corpo a prevenir o aborto espontâneo.

5. Ervas que atuam na prevenção do aborto recorrente e aborto espontâneo

Embora não hajam garantias que esse tipo de tratamento seja capaz de impedir um aborto espontâneo já que a maioria dos  abortos acontecem por falhas na divisão celular ou mal formação fetal. Estas são terapias tradicionais para aborto espontâneo e aborto recorrente. Não há garantias de que eles impeçam o abortos, mas existem evidências de que essas terapias são uteis.

A maioria dos abortos acontece devido a formação fetal. As ervas não são capazes de interferir na formação do feto. Esses problemas serão menos prováveis se aplicarmos as orientações fornecidas acima para melhorar a qualidade dos óvulos. Essas ervas são úteis para abortos causados por estresse, problemas hormonais, má alimentação, má vascularização uterina, trauma ou músculos uterinos fracos. Ervas ajudam a fornecer nutrição extra e força necessária para nutrir um corpo esgotado.

Dicas gerais para prevenir aborto espontâneo e aborto recorrente

Boas noites de sono e menos estresse.

Vitamina E em quantidades até 600 UI por dia (use apenas 50 UI se tiver pressão alta, doença cardíaca ou diabetes).
Se seus abortos recorrentes são devido a qualquer uma destas três razões, existem remédios naturais que foram mostrados para ajudar a diminuir as chances de abortos recorrentes.

Imunológico
Hormonal (progesterona baixa)
Cromossômico
Os suplementos são:
* Estes produtos funcionam melhor quando tomados por um período mínimo de 3 meses em preparação antes das tentativas para engravidar.

Vitex para evitar aborto recorrente

Vitex angus castus.

Vitex (Chaste Tree berry) tem sido usado por Naturopatas no primeiro trimestre da gravidez para evitar aborto associado com baixa progesterona devido à insuficiência do corpo lúteo. Também pode ser usado em conjunto com creme de progesterona.

É seguro tomar vitex durante a gravidez?

Dr. Aviva Romm afirma em seu maravilhoso livro Medicina Botânica para a Saúde da Mulher , “estudos controlados com placebo para teratogenicidade e mutagenicidade foram conduzidos em ratos, e mesmo quando os animais foram administrados [Vitex agnus-castus] 74 vezes a dose tipicamente consumida por humanos , nenhuma toxicidade nem aberrações no desenvolvimento fetal foram observadas … Além disso, o Botânico Safety Handbook não oferece contra-indicações para o uso de vitex durante a gravidez. ”

Avaliado sob a categoria B1 para a segurança do uso na gravidez, o guia essencial à segurança Herbal (Mills & Bone, 2005) afirma: “Use com cautela na gravidez, e apenas nos estágios iniciais, para a insuficiência de corpo lúteo”.

Enquanto Vitex pode ser usado para ajudar na prevenção de abortos devido aos baixos níveis de progesterona, o ideal é começar a consumi-lo 3 meses antes de engravidar. Além disso converse com seu médico sobre a terapia de modulação de progesterona. Se você deseja continuar usando o Vitex na gravidez, por favor, faça-o sob o cuidado supervisionado de um especialista em ervas ou parteira treinado em medicina herbal.

Maca Peruana

A maca é um alimento nutritivo para o sistema endócrino, auxiliando as glândulas hipófise, adrenal e tireoide (todas envolvidas no equilíbrio hormonal). A maca consegue trabalhar a atividade hormonal de homens e mulheres.

Maca ajuda a estimular e nutrir a glândula pituitária, agindo como um tônico para o sistema hormonal. Quando a glândula pituitária funciona otimamente, todo o sistema endócrino fica equilibrado, porque a glândula pituitária controla a produção hormonal das glândulas supra-renais, da glândula tireoide e das gônadas (órgãos sexuais em homens e mulheres).

Leia também : Maca peruana para estimular a fertilidade do casal

Nas mulheres, a maca funciona controlando o estrogênio. Os níveis de estrogênio quando em descontrole podem a gravidez ou mesmo aumentar as chances de um aborto. O excesso de estrogênio impede que a progesterona alcance os niveis adequados para suporte a implantação e gravidez. Tomar maca pode ajudar a aumentar os níveis de progesterona, que são essenciais para levar uma gravidez saudável.

Progesterona na prevenção do aborto

A baixa progesterona durante a gravidez pode ser uma causa comum de abortos recorrentes. A progesterona é responsável por criar um ambiente saudável no útero, criando e mantendo um revestimento uterino saudável. Também pode reduzir as chances de coágulos sanguíneos e respostas do sistema imunológico ao feto que pode atacar o embrião. É sem dúvida o hormônio da gravidez

Se você acha que essa pode ser a sua situação, converse com seu médico para um exame de sangue 7 dias após sua ovulação. Caso esteja realmente abaixo do ideal, o médico deve preescrever progesterona, de preferência bioidêntica que é muito semelhante a progesterona produzida pelo organismo.

Médicos estudiosos como o DR Lair Ribeiro, afirmam que a progesterona transdérmica ou bioidêntica, é a melhor opção e em 3 ciclos aumenta as chances da mulher engraviadar.

Terapia Enzimática Sistêmica

Para abortos recorrentes causados por resposta imunológica ou coagulação sanguínea, a Terapia Enzimática Sistêmica pode ser uma opção interessante. Em um estudo de cinco anos, mulheres sofreram aborto recorrente devido à resposta imunológica (mais de 30% dos abortos espontâneos) foram submetidas a um suplemento enzimático sistêmico antes e durante a gestação. 79% das mulheres conseguiram levar suas gestações até o fim e tiveram bebês saudáveis.
As opções usadas antes desse estudo eram agentes anti-imunológicos semelhantes ao tipo usado em pacientes que passaram por transplante. No entanto devido a alta toxicidade, não é a melhor opção durante a gravidez. A Terapia enzimática sistêmica é uma descoberta importante para agir na prevenção do aborto recorrente ou não.

Ervas que acalmam o útero e evitam abortos

As seguintes ervas, quando combinadas em um extrato líquido, podem ajudar muito a preparar o útero para implantação e apoiar o útero na manutenção da gravidez, ajudando a prevenir o aborto espontâneo. Sugere-se que esta fórmula deve ser iniciada 3 meses antes da concepção e continuada até pelo menos 2 semanas após a última semana de gravidez do aborto anterior. Por exemplo, se o aborto anterior ocorreu na 8ª semana de gravidez, continue a fórmula até pelo menos a 10ª semana de gravidez.

Leia também: Folha de Framboesa vermelha para evitar aborto

Rosa-de-gueldres (Viburnum opulus)

Essa erva reduz a contração uterina ajudando na implantação e no relaxamento do útero. Viburnum opulus trabalha para aliviar o estresse uterino, relaxar os músculos, com ação específica sobre o útero. Relaxa também o sistema nervoso. Trabalhando a ansiedade e a contração muscular uterina, trabalha diretamente na prevenção de abortos.
Pode ser encontrado em farmácias de manipulação. A melhor concentração para administração afim de evitar aborto espontâneo é ch7. Viburnum opulus ch7 age na prevenção de abortos.

Espinheiro-negro (Viburnum prunifolium)

Esta é uma das melhores ervas para fertilidade. Seus efeitos curativos são vastos quando se trata da saúde fértil feminina. Um dos maiores benefícios no entanto pode ser para evitar o aborto espontâneo. Viburno vem sendo usado por centenas de anos para ajudar a prevenir aborto espontâneo. Se houver contrações uterinas sem dilatação cervical, o Espinheiro-negro age acalmando o espasmo uterino, diminuindo as contrações, sangramento e tensão nervosa no início da gravidez. O Espinheiro-negro também é conhecido por fortalecer o útero.
N prevenção do aborto Viburnum 200CH – uma dose por semana, do segundo ao quinto mês.

Ambas as ervas acima têm uma ação sedativa leve que auxiliam na dminuição da ansiedade
tensão nervosa e irritabilidade, promovendo além de tratamento contra o aborto uma sensação de calma e relaxamento.

Sabina 200CH

Uma dose por semana desde o início da gravidez ou uma dose à noite durante alguns dias próximos à época do aborto anterior. Sabina é conhecida entre outras coisas para evitar o aborto e hemorragia uterina. Sabina trabalha no desenvolvimento, fortificação e retenção da placenta.

Avena Sativa

Os topos leitosos e frescos da planta de aveia são muito nutritivos para o sistema nervoso central. A Avena sativa provoca uma mudança benéfica no organismo da mulher grávida. Esta planta é um ótimo suporte para problemas de fertilidade relacionados ao estresse. Extremamente eficiente para promover a saúde do sistema nervoso central e assim na prevenção de aborto recorrente e aborto espontâneo. Esta erva é realmente uma das melhores ervas para suporte de estresse a longo prazo.

Antes tomar qualquer erva ou medicação é importante consultar seu médico ginecologista ou homeopata. As doses podem variar de acordo com cada caso.

Fonte:

NCBI

Fertility Fórmulas

Real Natural

Principal fonte para desenvolvimento dos artigos: Hethir Rodriguez - Fundador e Presidente do site Natural Fertility. Profissional de Saúde Holística desde 1997 Herbalist Certified desde 1999, especializada em saúde da mulher e fertilidade natural. Bacharel em Ciências em Nutrição Holística, especializado em nutrição e limpeza pré-conceptiva. Massoterapeuta especializado em Fertility Massage, Fertility acupressure e reflexology. Nascimento certificado Doula através de DONA Membro do American Botanical Council, American Herbalist Guild e Plant Savers United. Acredite em remédios naturais para obter melhores resultados. Pessoa dedicada a buscar e transmitir a verdade sobre a fertilidade natural, a saúde reprodutiva e o valor da concepção consciente.

Deixe uma resposta